Música da Semana: “Pai Nosso” em Aramaico

Hoje é Páscoa! Além de ter seu significado para os povos judeus pelo mundo, essa data tem um especial e  maravilhoso significado para os Cristãos. O renascimento de Cristo. Qual homenagem melhor seria que ouvir sua Oração ao Pai, no idioma que o próprio Yeshua  falava? “Pai Nosso ” é seu nome. Mas muito guarda essa prece.

Ore o Pai Nosso ao mesmo modo que Jesus Cristo orou.
Imagem de Jesus Cristo – “Pai Nosso” – O Poder da Prece (Reprodução).

 

Talvez a tradução cause alguma estranheza. Como já demonstrado antes no blog, o aramaico era uma língua muito especial e  por essa razão Cristo tinha propósito em utilizá-la para fazer suas pregações. Pelo fato de possuir palavras que dispunham de muitos significados, a depender do contexto, é que Jesus podia pregar coisas que os Fariseus e especialistas nas escrituras, desconheciam e não compreendiam.  Cabe ressaltar um fato importantíssimo, embora a prece do “Pai Nosso” tenha sido recitada por Jesus, ela só veio a  ser colocada no papel décadas depois do seu Ministério. Até aquele momento, ela era repetida oralmente e ensinada entre os Cristãos. Isso pode significar que algo foi modificado, ou não. Mas é impossível oferecer quaisquer garantias.

A imagem que você verá abaixo é  de uma cópia da página do Evangelho, no idioma do aramaico, antes de ser traduzido para o grego. Caso queira  baixá-la  em alta qualidade com a mesma imagem em PDF em uma pasta Zip, basta clicar na imagem.

 

Texto de
Página com Réplica do texto de Mateus 6:9-13 (Oração do Pai Nosso”) no Idioma de Jesus, Aramaico, antes da tradução para o Grego.

 

Esse texto em Grego original está neste link.

Quando os linguistas comparam os textos bíblicos em grego e em aramaico, percebem que o idioma da Grécia acaba por limitar consideravelmente algumas expressões próprias do idioma original de Cristo. Isso porque basicamente, o aramaico contém palavras com diversos significados.  Essa limitação se torna em um problema para quem é devoto, pois a significância profunda das palavras de Cristo estão justamente revestidas de simplicidade. Seus conceitos estão arraigados na variabilidade de suas palavras e no poder que elas possuem.  Compreendê-las no seu aspecto natural é o que foi idealizado por Jesus durante sua pregação. E é em grande parte por essa discrepância visível entre os dois idiomas, que se explica as incongruências mais relevantes da mensagem de Yeshua.  O fato de que devido às diversas traduções e editorações, muito do texto foi cortado, compactado e distorcido (ver “O Evangelho: A Verdade por trás dos Mitos”).

Contudo, você não precisa ler ou acreditar nessa tradução mais próxima do sentido do idioma falado por Jesus. Fé será sempre uma questão de foro íntimo. Deixo-lhes essa música que repete diversas vezes cada uma das frases, afim de que você consiga aprender a pronúncia.

A todos uma Feliz Páscoa!

 

Pai Nosso em Aramaico, Idioma de Cristo.

 

 

Original:

 

Abwun d’bwashmaya
Nethqadash shmakh
Teytey malkuthakh

Nehwey tzevyanach aykanna  d’bwashmaya aph b’arha.
Hawvlan lachma d’sunqanan yaomana.
Washboqlan khaubayn (wakhtahayn) aykana daph khnan shbwoqan l’khayyabayn.
Wela tahlan I’nesyuna
Ela patzan min bisha

Metol dilakhie malkutha wahayla wateshbukhta
l’ahlam almin.
Ameyn.

 

Tradução:

 

Pai-Mãe, respiração da Vida, Fonte do som, Acção sem palavras, Criador do Cosmos!
Faz a tua Luz brilhar dentro de nós, entre nós e fora de nós para que possamos torná-la útil.

Ajuda-nos a seguir o nosso caminho, respirando apenas o sentimento que emana do Senhor, que Nosso Eu, no mesmo passo, possa estar com o Teu, para que caminhemos como Reis e Rainhas com todas as outras criaturas.

Que o Teu e o nosso desejo, sejam um só, em toda a Luz, assim como em todas as formas, em toda existência individual, assim como em todas as comunidades.

Faz-nos-nos sentir a alma da Terra dentro de nós, pois, assim, sentiremos a Sabedoria que existe em tudo.

Não permitas que a superficialidade e a aparência das coisas do mundo nos iludam.
E, liberta-nos de tudo aquilo que impede nosso crescimento.

Não nos deixes ser tomados pelo esquecimento de que o Senhor é o Poder e a Glória do mundo, a Canção que se renova de tempos em tempos e que a tudo embeleza.

Possa o Teu amor ser o solo onde crescem as nossas acções.

Que assim seja!

 

Karlos Souza

Nascido em Montes Claros/MG em Janeiro de 1987, morador de brasília desde 2004, estudou Letras e literatura, mas sua paixão sempre foi a tecnologia. Fazendo um pouco de tudo, Karlos estudou também teologia e aventurou-se em escatologia. Fora das ciências humanas, também tem como hobby o estudo de astronomia e cosmologia, além de história e ciência política. Mesmo com tantos aspectos aparentemente difusos, ele consegue encontrar harmonia no significado que dá a todos eles e as devidas ligações que constrói para desenvolver seus artigos com base nesses assuntos.Trabalha atualmente na área de atendimento ao cidadão e é editor do blog Celentor.com.