Música da semana: “Wildest Dreams” by Madilyn Bailey.

Lembro-me de ter dito que certamente eu ainda usaria e abusaria da voz dela. E não é para menos. Ouvindo suas versões incríveis, ficou difícil escolher uma só canção para representar a semana. Por isso essa é a primeira de muitas outras oportunidades em que Madilyn Bailey aparece por aqui. Hoje interpretando essa bela música famosa na voz de Taylor Swift,  “Wildest Dreams”.

Bailey é sem dúvidas uma cantora muito talentosa. Ela tem o raro dom de conseguir adaptar muito bem sua voz ao estilo que a música exige. Seja colocando uma tonicidade mais aguda como uma doce menina cantando, a exemplo da própria Taylor Swift; seja de maneira mais imposta, dando a senssação de estarmos escutando uma verdadeira deusa da música, como Beyoncé, Madona, Lady Gaga, entre outras. Seu timbre, contudo é particular e inegável. Pena que as grandes empresas de divulgação de artistas, como a MTV americana e a Billboard, sejam adeptos de certo preconceito contra artistas que ganham notoriedade gravando versões de outros cantores. Esquecem-se porém que a imensa maioria dos grandes cantores do mundo não interpretam canções autorais. Ainda que compostas de maneira exclusiva para eles, suas músicas vem de outras mentes.

Madilyn Bailey é tão talentosa como artista, que por vezes consegue pegar um som que já é suficientemente bom, e colocá-lo divinamente num patamar de perfeição. Exemplifico com “Wildest Dreams”, que já é deliciosa na voz de Swift, mas Bailey consegue melhorar! E sem mais delongas, trago essa canção e deixo vocês com gosto de quero mais:

Wildest Dreams

Composição:  Max Martin Martin / Shellback / Taylor Swift

Loading the player...

Original:

He said: Let’s get out of this town
Drive out of the city
Away from the crowds
I thought: Heaven can’t help me now
Nothing lasts forever
But this is gonna take me down

He’s so tall and handsome as hell
He’s so bad, but he does it so well
I can see the end as it begins
My one condition is

Say you’ll remember me
Standing in a nice dress
Staring at the sun set, babe
Red lips and rosy cheeks
Say you’ll see me again
Even if it’s just in your
Wildest dreams, ah, ah, ah, ah
Wildest dreams, ah, ah, ah, ah

I said: No one has to know what we do
His hands are in my hair
His clothes are in my room
And his voice is a familiar sound
Nothing lasts forever
But this is getting good now

He’s so tall and handsome as hell
He’s so bad, but he does it so well
And when we’ve had our very last kiss
My last request is

Say you’ll remember me
Standing in a nice dress
Staring at the sun set, babe
Red lips and rosy cheeks
Say you’ll see me again
Even if it’s just in your
Wildest dreams, ah, ah, ah, ah
Wildest dreams, ah, ah, ah, ah

You’ll see me in hindsight
Tangled up with you all night
Burning it down
Someday, when you leave me
I bet these memories
Follow you around

You’ll see me in hindsight
Tangled up with you all night
Burning it down
Someday, when you leave me
I bet these memories
Follow you around

Say you’ll remember me
Standing in a nice dress
Staring at the sun set, babe
Red lips and rosy cheeks
Say you’ll see me again
Even if it’s just pretend

Say you’ll remember me
Standing in a nice dress
Staring at the sun set, babe
Red lips and rosy cheeks
Say you’ll see me again
Even if it’s just in your
Wildest dreams, ah, ah, ah, ah
Wildest dreams, ah, ah, ah, ah

In your wildest dreams, ah, ah, ah, ah
In your wildest dreams, ah, ah, ah, ah

 

Tradução:

Ele disse: Vamos sair desta cidade
Dirigir para fora dela
Para longe das multidões
Pensei: Nem Deus pode me ajudar agora
Nada dura para sempre
Mas isso vai acabar comigo

Ele é tão alto e terrivelmente bonito
Ele é tão mau, mas ele faz isso tão bem
Eu posso ver o fim enquanto isso começa
Minha única condição é

Diga que vai se lembrar de mim
Ali parada em um belo vestido
Olhando para o pôr do sol, querido
Lábios vermelhos e bochechas rosadas
Diga que você vai me ver de novo
Mesmo que seja apenas em seus
Sonhos mais selvagens, ah, ah, ah, ah
Sonhos mais selvagens, ah, ah, ah, ah

Eu disse: Ninguém tem que saber o que fazemos
As mãos dele estão no meu cabelo
As roupas dele estão no meu quarto
A sua voz é um som familiar
Nada dura para sempre
Mas isso está ficando bom agora

Ele é tão alto e terrivelmente bonito
Ele é tão mau, mas ele faz isso tão bem
E quando nós demos nosso último beijo
Meu último pedido é

Diga que vai se lembrar de mim
Em um belo vestido
Olhando para o pôr do sol, querido
Lábios vermelhos e bochechas rosadas
Diga que você vai me ver de novo
Mesmo que seja apenas em seus
Sonhos mais selvagens, ah, ah, ah, ah
Sonhos mais selvagens, ah, ah, ah, ah

Você me verá em retrospectiva
Enroscada com você a noite toda
Ardendo em chamas
Um dia, quando você me deixar
Aposto que essas memórias
Seguirão você em toda parte

Você me verá em retrospectiva
Enroscada com você a noite toda
Ardendo em chamas
Um dia quando você me deixar
Aposto que essas memórias
Seguirão você em toda parte

Diga que vai se lembrar de mim
Em um belo vestido
Olhando para o pôr do sol, querido
Lábios vermelhos e bochechas rosadas
Diga que você vai me ver de novo
Mesmo que você esteja apenas fingindo

Diga que vai se lembrar de mim
Em um belo vestido
Olhando para o pôr do sol, querido
Lábios vermelhos e bochechas rosadas
Diga que você vai me ver de novo
Mesmo que seja apenas em seus
Sonhos mais selvagens, ah, ah, ah, ah
Sonhos mais selvagens, ah, ah, ah, ah

Em seus sonhos mais selvagens, ah, ah, ah, ah
Em seus sonhos mais selvagens, ah, ah, ah, ah

Karlos Souza

Nascido em Montes Claros/MG em Janeiro de 1987, morador de brasília desde 2004, estudou Letras e literatura, mas sua paixão sempre foi a tecnologia. Fazendo um pouco de tudo, Karlos estudou também teologia e aventurou-se em escatologia. Fora das ciências humanas, também tem como hobby o estudo de astronomia e cosmologia, além de história e ciência política. Mesmo com tantos aspectos aparentemente difusos, ele consegue encontrar harmonia no significado que dá a todos eles e as devidas ligações que constrói para desenvolver seus artigos com base nesses assuntos.Trabalha atualmente na área de atendimento ao cidadão e é editor do blog Celentor.com.