Sem novidade e sem provas: Janot denuncia Presidente da República ao STF.

Como eu não gosto de falar do que não sei, eu li a denúncia e inclusive vou disponibilizá-la para download. Ontem, 26/06/17, o Proprietário Geral da República, Rodrigo Janot, entrou com denúncia noSupremo Tribunal Federal (STF) contra Michel Temer, Presidente da República, pelo crime de corrupção passiva. Mas não eram três investigações? Sim caro leitor. Eram e provavelmente serão; O que ocorre é que o sr Procurador Geral decidiu desmembrar as denúncias em duas ou possivelmente três. Não que seja necessário, mas pode ser útil para causar desgaste político e tirar Temer do Planalto.

Eu juro que até esperava que o nobre Procurador estivesse com uma carta na manga. Pela fala dele parecia que tinha. Mas não tem absolutamente prova alguma de que Temer seja corrupto. Note, falar que houve ilicitude, por falar, não é uma prova. Isso é justamente do que se acusa Michel Temer. A grande questão para condená-lo é provar quue tais ilicitudes existiram.

No caso do impeachment de Dilma Rousseff, ocorrido no ano passado, existia as provas da ilicitude. Documentos que eram os decretos das pedaladas fiscais, comprovavam que ela foi incopetente na gestão econômica e portanto cometeu crime de responsabilidade.

No caso de Michel Temer, o estão acusando não de crime de responsabilidade, para o qual não  há ônus penais. Está se falando de crimes previstos em código penal. E caso seja condenado, além da perda do mandato, Temer pode ser preso. Por si só a denúncia é grave. Mas o PGR não tem sequer uma única prova fiel do que afirma como verdade.

Você tem acesso à íntegra dessa denúncia neste link.

Mais cedo Temer pronunciou-se sobre a acusação. Veja:

 

Leia a denúncia, caro leitor. Não fale pelo que os outros dizem mas tire as suas próprias conclusões. Se posso aconselhar, digo que leia criticamente. Procure no texto se existem provas materiais e se elas existem, quais são.

Voltarei a falar do assunto durante a semana.

Karlos Souza

Nascido em Montes Claros/MG em Janeiro de 1987, morador de brasília desde 2004, estudou Letras e literatura, mas sua paixão sempre foi a tecnologia. Fazendo um pouco de tudo, Karlos estudou também teologia e aventurou-se em escatologia. Fora das ciências humanas, também tem como hobby o estudo de astronomia e cosmologia, além de história e ciência política. Mesmo com tantos aspectos aparentemente difusos, ele consegue encontrar harmonia no significado que dá a todos eles e as devidas ligações que constrói para desenvolver seus artigos com base nesses assuntos.Trabalha atualmente na área de atendimento ao cidadão e é editor do blog Celentor.com.